Chat with us, powered by LiveChat

Tradução auxiliada por computador

A tradução auxiliada por computador (CAT) incorpora um estágio de edição manual no software, tornando a tradução um processo interativo entre linguistas humanos e seus computadores. A tradução auxiliada por computador é um termo amplo e impreciso que abrange uma gama de ferramentas, da mais simples à mais complexa. Ela pode incluir: Corretores ortográficos, corretores gramaticais, gerentes de terminologia, dicionários eletrônicos, bancos de dados de terminologia, memórias de tradução, ferramentas de preservação da formatação, entre outros.

Ferramentas CAT e memórias de tradução

Uma ferramenta CAT salva unidades de tradução (TUs) numa memória de tradução (TM). A tradução de cada segmento é salva junto com o texto de origem. Uma ferramenta CAT apresenta os segmentos ao linguista de maneira conveniente para facilitar o processo de tradução, tornando-o mais fácil e rápido.

Em termos práticos, memórias de tradução são um arquivo de base de dados ou um conjunto de arquivos. Elas precisam de uma interface de software para serem usadas e modificadas. Esse software geralmente é chamado no setor como uma ferramenta CAT (tradução auxiliada por computador) e pode ser um programa de software independente ou uma aplicação baseada na web. Ferramentas CAT não devem ser confundidas com motores de tradução automática gerais.

Na verdade, elas permitem que tradutores humanos aproveitem traduções de qualidade anteriores e aprovadas, num ambiente que permite acesso rápido e fácil às memórias de tradução. Ferramentas CAT também permitem construir memórias de tradução anteriores ou criar novas memórias através de correções ou da tradução de novos segmentos. A Trusted Translations utiliza ferramentas CAT e memórias de tradução para melhorar a qualidade e reduzir os custos.

Ferramentas CAT e repetições

Existem vários termos-chave que são usados ​​em conexão com as memórias de tradução. Alguns dos termos mais comuns incluem: Full Matches, Repetitions, Fuzzy Matches e No Matches. Quando um tradutor aplica a memória de tradução ao novo conteúdo, há vários resultados possíveis. Um resultado possível é um “No Match”, o que significa simplesmente que não há segmentos correspondentes na memória. Essa frase precisa ser traduzida do zero por um tradutor humano especializado. Outro resultado é “Full Match” (ou seja, correspondência “100 por cento”), o que previsivelmente significa que há uma frase (ou segmento) no texto novo que é idêntica a uma frase já traduzida e armazenada na memória de tradução. Nesse caso, o tradutor precisa verificar se o segmento está sendo usado corretamente no contexto da nova tradução e simplesmente aprová-lo se ele estiver correto. Finalmente, você pode ter o que é chamado de “Fuzzy match”, que é quando uma frase ou segmento no novo conteúdo são semelhantes, mas não idênticos, a um segmento armazenado na memória de tradução. O tradutor humano em todos os casos precisa revisar os resultados para verificar se estão corretos ou modificá-los para traduzir a frase com precisão.

Memórias de tradução e terminologia

É importante entender a diferença entre uma memória de tradução e uma ferramenta de terminologia. Memórias de tradução são compostas por segmentos ou unidades de tradução. Segmentos normalmente são partes (ou sequências) de palavras que podem ser parte de uma frase ou uma frase inteira. No entanto, uma ferramenta de terminologia envolve o uso de uma base de dados com menos palavras representando substantivos, verbos, adjetivos, advérbios ou até expressões idiomáticas mais longas, que devem ser traduzidas de uma determinada maneira, dependendo do contexto.

Para ilustrar, “o gato é marrom” provavelmente será escolhido como um segmento que, uma vez traduzido, se tornaria parte da memória de tradução. Em conjunto, você também pode usar uma ferramenta de terminologia que identificará “gato” como um termo técnico que deve ser traduzido de uma determinada maneira num determinado conteúdo. As ferramentas de terminologia ajudam principalmente a melhorar a qualidade e a consistência, mas não são utilizadas para reduzir custos. Além disso, elas podem acelerar o processo de tradução ao fornecer uma referência rápida a um conjunto de termos pré-traduzidos, os quais normalmente exigiriam pesquisas. Embora haja um número variado de ferramentas de tradução, elas geralmente são utilizadas juntas para melhorar a qualidade geral de um projeto de tradução de médio a grande porte.